Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Alterações de força e composição corporal em obesos submetidos a uma dieta com restrição de carboidrato vs dieta hipocalórica tradicional.

João Henrique Fabiano Motarelli, Patricia Naomi Sakae, Marilia, Maria Cristina
UNIFESP - Univers. Federal de São Paulo - São Paulo - SP - Brasil

Introdução: Dietas com restrição de carboidratos e elevadas em proteínas (Dieta Dukan) têm sido altamente utilizadas como estratégia de tratamento da obesidade. Apesar da perda de peso, pouco se sabe sobre as alterações da composição corporal e do desempenho muscular, importantes fatores preditores de mortalidade e doenças cardiovasculares.

Objetivo: Avaliar e comparar os efeitos de uma dieta com restrição de carboidratos (DR) e dieta hipocalórica tradicional (DT) sobre a composição corporal e o desempenho muscular de indivíduos obesos.

Métodos: Vinte e dois indivíduos obesos foram submetidos à avaliação da composição corporal utilizando Aborciometria de raios-x de dupla energia (DEXA, Lunar DPX, GE Health Care) sendo os dados analisados através do software Encore. A avaliação do desempenho muscular de flexores e extensores dos joelhos foi  realizada à 60º por meio  do aparelho isocinético Biodex System 3, Biodex Medical Systems Inc.,Shirley,NY,USA. Os indivíduos foram divididos em grupo DR e DT. O grupo DR (n=9, IMC=35,61±2,78)  utilizou a metodologia Dukan (fase 1 e 2). O grupo DT  (n=13, IMC=34,19±2,34) foi submetido a uma dieta hipocalórica continua baseado no guia alimentar para poulação brasileira.. As Avaliações foram realizadas nos tempos 0 (basal), após 5 dias (tempo 1) e após 5 semanas de tratamento (tempo 2). Para fins de comparação entre os grupos, foram usados os valores absolutos e relativos à massa corporal total de cada uma das medidas. A comparação entre os grupos e entre os tempos foi realizada pelo teste de ANOVA de duas vias. Quando necessário foi utilizado o teste post hoc de Tukey.
Resultados: Ambos os tratamentos foram efetivos na perda de massa corporal total em todos os tempos Gráfico 1
  

 GRUPO DR # p=0,001 entre T1 sobre T0 * p=0,0001  entre T2 sobre T1.GRUPO DT § p=0,0001 entre T1 sobre T0 **p=0,013 entre T2 sobre T1.

Apesar do alto consumo proteico proveniente na DR os pacientes obtiveram uma redução significativa em seu % de massa magra, (Gráfico 2: Grupo DR # p= 0,01 Tempo 1 sobre Tempo 0 e * p=0,0002 Tempo 2 sobre Tempo 1) não sendo este efeito observado na DT.


O pico de torque avaliado em teste de velocidade em 60º/s demonstrou uma queda de força significativa após 5 semanas de tratamento (& p=0,015 Tempo 2 sobre Tempo 0) sendo este resultado também não observado na DT.


Conclusão: A dieta com restrição de carboidratos e elevada em proteínas não foi eficaz em atenuar a perda de massa magra e ainda promoveu redução do torque máximo de extensão do joelho durante o tratamento para perda de peso em indivíduos obesos.

 

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

XXXVIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

15, 16 e 17 de junho de 2017
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil