Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

AREPAH: VINTE ANOS DE UMA ESTRATÉGIA PARA A PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA MORBI-MORTALIDADE POR DOENÇAS CARDIOVASCULARES NA CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO - SP

Cesarino,E.J., Andrade,R.C.G.A, Sigoli,P.B.O., Cesarino,F.T., Nicotari,A.R., Teixeira,L., Ancheschi,L.M.M.A., Hayashida,M., Belarmino,H., Leoneti,A.
AREPAH - Ribeirão Preto - SP - Brasil, FCFRP - Ribeirão Preto - SP - Brasil, EERP - Ribeirão Preto - SP - Brasil

Fundamentos: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é um importante problema de saúde pública. Métodos: Este trabalho descreve as atividades de ensino, pesquisa e extensão de uma associação de hipertensos declarada de utilidade pública municipal realizadas de outubro de 1996 a outubro de 2016, tendo como objetivo a redução dos índices de morbidade e mortalidade por Doenças Cardiovasculares (DCV) em Rib. Preto - SP Resultados: Atividades de ensino: 160 palestras dirigidas à população, com um total de 5.792 participantes, variando de 10 a 216 pessoas por palestra (média de 63,4); 6 edições  gratuitas de jornal educativo distribuidas a 1.259 indivíduos. Atividades de pesquisa:10 dissertações de mestrado,2 teses de doutorado,1 tese de livre docência, 20 trabalhos publicados em revistas internacionais, 9 em revistas nacionais e 75 apresentados em congressos.Atividades assistenciais: 30 campanhas de utilidade pública (16 Dias Nacionais de Prevenção e Combate à HAS, 10 Semanas Nacionais do Coração e 4 Dias Nacionais de Controle do Colesterol), Ambulatório de Referência, com 1.785 pacientes em seguimento. A partir de 2003, as atividades educativas foram incluídas como atividades complementares didático-culturais do campus da USP de Rib.Preto, no programa “Universidade Aberta à Terceira Idade” da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP. Bolsa-trabalho, posteriormente intitulada Aprender com Cultura e Extensão, para estudantes universitários carentes desenvolverem um trabalho social. Convênio com Faculdade de Economia e Administração - FEARP - USP para  estágio social junto a população por acadêmicos desta unidade,.Denominação do Ambulatório de Cardiologia e HAS com o nome do Prof. Dr. Sérgio Henrique Ferreira, que, por meio de suas pesquisas contribuiu para melhorar a qualidade de vida e sobrevida dos hipertensos; Leis Municipais 7.549, de 12/11/1996, que instituiu o Dia Municipal do Colesterol a ser comemorado em 25 de julho de todos os anos, a lei 7.655, de 03/04/1997, que instituiu 26 de abril como Dia Municipal da HAS; Lei 11.336, de 06/08/2007, que dispõe sobre a obrigatoriedade do fornecimento de bulas junto com os medicamentos dispensados como blisters pela rede pública de saúde; Participação ativa no Plano de Reorganização da Atenção à HAS e ao Diabetes Mellitus do Ministério da Saúde e na Fundação da  Federação Nacional das Associações de Hipertensos -  FENAPHA. .Conclusão: Acredita-se que a criação de novas associações de hipertensos no Brasil possa constituir uma efetiva estratégia na prevenção e redução da morbimortalidade por DCV. .

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

XXXVIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

15, 16 e 17 de junho de 2017
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil